quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Nuno Matos desiste em Castelo Branco

Quebra de transmissão obriga Cetelem Interdoces Team a abandonar cedo

Nuno Matos e Jaime Cortes abandonaram cedo o Rali TT Terras da Raia, que este fim-de-semana se disputou em Castelo Branco e Idanha-a-Nova. A prova, que ficou marcada por diversos incidentes, constituiu a primeira desistência da dupla de Portalegre, ao fim de cerca de três mil quilómetros de sectores selectivos.

A quebra do diferencial dianteiro logo nos quilómetros iniciais acabou por precipitar o fim da corrida para a dupla já campeã nacional T2. “Ainda equacionámos continuar e mantermo-nos em prova apenas com tracção traseira, mas estávamos ainda no início da prova e tínhamos muitos pilotos atrás de nós a quem prejudicaríamos com o pó. Nesse sentido, e já que, em termos de campeonato, tudo está já decidido optámos por parar”, assegurou o piloto.

A etapa de Castelo Branco do CPTT ficou, contudo, marcada por um incidente organizativo que provocou a anulação da Super Especial. “Foi uma infelicidade. Penso que fizemos um bom prólogo, era um percurso bem ao nosso jeito, muito encadeado e técnico. A Escudeira habituou-nos a uma prova bem organizada, mas infelizmente este ano as coisas não correram bem. Creio também que este figurino não é o melhor, nem creio que seja bom repetirmos as pistas que já disputámos no Transibérico, por isso espero que, para o ano, tudo volte à normalidade. Agora toda a equipa vai começar já a preparar com todo o empenho a Baja Portalegre onde, por jogarmos em casa, queremos fazer boa figura e terminar em beleza mais um ano fantástico para a Cetelem Interdoces Team”, disse Nuno Matos.

O Campeonato de Portugal de Todo o Terreno termina, como habitualmente, com a grande “festa” do TT nacional em Portalegre, a 23ª Baja ACP Portalegre 500, que se disputa de 29 a 31 de Outubro.

5º Raide do Cercal

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Ginástica: Nicole Pacheco ganha a Loulé Cup


Decorreu entre os dias 17 e 20 deste mês a 4ª edição da Competição Internacional Loulé Cup 2009, onde participaram os ginastas do Ginásio Clube de Sines, Nicole Pacheco e Marco Conceição.

Nicole Pacheco, que vinha da participação em duas provas do Circuito de Taças do Mundo nos fins-de-semana anteriores, onde conseguiu excelentes resultados, provou estar num bom momento de forma e nas preliminares bateu toda a concorrência nacional e alguma internacional, nomeadamente a sua colega de Selecção Nacional e ginasta Olímpica, Ana Rente e algumas ginastas da Selecção Nacional Inglesa e Holandesa que estiveram presentes na prova. Nicole apresentou no Trampolim Individual duas séries muito consistentes e bem executadas e conseguiu ficar na frente das preliminares com 2 pontos de vantagem para a 2ª classificada.
Na final, que era composta por 1 única serie mas onde a pontuação era somada á das preliminares, a ginasta do Ginásio Clube de Sines só teve que gerir a vantagem e realizou a sua série com pequenas alterações, mas com boa execução, e manteve a sua classificação das preliminares, o 1º lugar.
Depois de dois segundos lugares em 2006 e 2007 à terceira foi de vez, e a ginasta Sineense sagrou-se vencedora da Loulé Cup 2009, a competição internacional com mais prestígio em Portugal.
Marco Conceição que participou no Trampolim Individual e Sincronizado teve sortes diferentes. No Trampolim Individual, o ginasta que participou no escalão de Juniores, mostrou-se algo nervoso e nas preliminares apesar de não ter executado nenhuma falha saltou abaixo das suas reais possibilidades e teve que se contentar com o 5º lugar. Na final a série começou melhor que a série 2 das preliminares mas o ginasta teve uma falha grave e foi cair em cima dos colchões de protecção no último salto. Ficou com o 7º lugar final. Esta prova que servia de preparação para o mundial em Novembro, cumpriu o seu propósito e mostrou ao ginasta que a sua postura para a prova tem que ser outra, mostrando-se mais focado numa boa prestação do que estar preocupado com uma possível falha o que leva a níveis de nervosismo e ansiedade não desejados.
No Trampolim Sincronizado, o ginasta do Ginásio participou no escalão Open, onde teve uma boa prestação com o seu par para o Campeonato do Mundo, não falhando séries e conseguindo o 2º lugar nas preliminares. Na final a série não correu tão bem ao par e alguma inconsistência no sincronismo e na execução fez-lhes perder o 2º lugar para um par inglês. Tiveram que se contentar com o 3º lugar final.
E assim terminou a última prova antes do Campeonato do Mundo de Absolutos e por Grupos de Idades, onde estes dois ginastas do Ginásio Clube de Sines vão participar.
A competição, que se vai realizar na Rússia em São Petersburgo, onde Nicole já foi Vice-Campeã da Europa de Juniores, entre 9 e 21 de Novembro, vai ter Nicole Pacheco a participar no Trampolim Individual e no Duplo Mini-Trampolim, onde se espera que a ginasta Sineense consiga trazer medalha.
Marco Conceição, que participa no escalão 17/18, vai participar nas três especialidades, Trampolim Individual, Sincronizado e Duplo Mini-Trampolim onde se espera a participação em finais.
Os ginastas vão ser acompanhados nas competições pelo seu treinador, Nuno Carvalho e pela Juiz e Directora do Ginásio, Rute Simão.
Até lá, esperamos que a preparação continue a correr de feição para estes ginastas do Ginásio Clube de Sines, que já deram muitas alegrias aos Sineenses em particular e aos portugueses em geral.

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Nuno Matos conquista campeonato de T2

Cetelem Interdoces Team vence Baja de Beja e já é Campeã Nacional do Agrupamento T2

A Baja Cidade de Beja, antepenúltima prova do campeonato, coroou com o terceiro título, em outras tantas épocas na modalidade, a dupla Nuno Matos – Jaime Cortes. Depois da Conquista do bi-campeonato T8 em 2007 e 2008, na estreia na categoria T2 a equipa levou a Isuzu D-Max à conquista do título nacional entre os carros mais semelhantes aos do dia-a-dia.

Na prova que poderia decidir o título, como acabou por acontecer, tudo correu bem a Nuno Matos. A liderança surgiu logo após a Super Especial e manteve-se durante a corrida, com excepção de um período em que Nuno Matos e Jaime Cortes recuperavam de um furo que os atrasou momentaneamente.

“Estou muito feliz, pedir melhor seria impossível. Em anos anteriores não temos sido muito felizes aqui em Beja, por isso, mesmo sabendo que vencendo garantíamos o título, não quisemos levar essa pressão para a prova e preferimos concentrarmo-nos no objectivo primeiro de garantir mais alguns pontos. Mas desta vez tudo correu bem, dominámos de principio a fim e sem cometer excessos pudemos juntar à vitória no agrupamento a conquista do título nacional T2 ”, disse Nuno Matos.

Na hora de abrir o champanhe e festejar, o piloto portalegrense deixou alguns agradecimentos àqueles que tornaram possível a conquista de mais um campeonato: “As primeiras palavras vão para o Pedro Silva Nunes e para o Paulo Torres com que quero partilhar este título. Quero também dedicar a toda a equipa técnica da A.MatosCar a quem, mais uma vez, tenho que agradecer a forma empenhada e competente com que encararam este projecto. Também aos nossos patrocinadores, em especial à Cetelem e Interdoces, por terem voltado a confiar em nós e por terem acreditado que poderíamos ter sucesso no T2. Por último, à Isuzu e à Fedima que nos deram sempre o apoio e os meios necessários para conquistarmos os nossos objectivos. A todos eles dedico este título.”

A Cetelem Interdoces Team regressa à competição já no final do mês, em Castelo Branco, para disputar o Rali TT Terras da Raia, desta feita libertos da pressão do resultado em termos de campeonato.